Como proteger nossos ouvidos e saúde auditiva

Uma vez que sua audição é danificada, ela desaparece para sempre. É por isso que aumentamos a conscientização sobre a prevalência da perda auditiva, a importância do diagnóstico precoce e as opções de ação para encontrar a melhor solução auditiva para suas necessidades. Não espere até que seja tarde para começar a cuidar dos seus ouvidos! Aqui estão 9 maneiras de proteger nossos ouvidos e nossa saúde auditiva.

Use tampões de ouvido perto de ruídos altos

Aproximadamente 15% das pessoas têm perda auditiva induzida por ruído devido a ambientes ruidosos de trabalho ou lazer. Clubes, concertos, cortadores de grama, motosserras e quaisquer outros ruídos que o obriguem a gritar para que a pessoa ao seu lado possa ouvir sua voz, todos criam níveis de som perigosos. Os tampões de ouvido são convenientes e fáceis de obter. Você pode até ter um par adaptado para seus ouvidos pelo seu provedor de saúde auditiva local. Os tampões de ouvido para músicos são tampões de ouvido personalizados com filtros que permitem que uma pessoa ouça conversas e música, mas ainda reduzem os níveis de som prejudiciais, mantendo a qualidade do som original o mais próximo possível.

Abaixe o volume

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 1,1 bilhão de adolescentes e jovens adultos em todo o mundo correm o risco de perda auditiva induzida por ruído devido ao uso inseguro de dispositivos de áudio. Se gosta de ouvir música através de auscultadores ou auriculares, pode proteger os seus ouvidos seguindo a regra 60/60. A sugestão é ouvir com fones de ouvido no máximo 60% do volume por no máximo 60 minutos por dia.

Os fones de ouvido são especialmente perigosos, pois se encaixam diretamente ao lado do tímpano. Se possível, opte por fones de ouvido. Não se esqueça de que qualquer música alta, não apenas música tocada por fones de ouvido, apresenta risco de perda auditiva induzida por ruído. Se você estiver hospedando um evento social, mantenha a música em um volume que não force as pessoas a gritarem para manter uma conversa.

Dê tempo aos seus ouvidos para se recuperarem

Se você for exposto a ruídos altos por um período prolongado, como em um concerto ou bar, seus ouvidos precisam de tempo para se recuperar. Se puder, saia por cinco minutos de vez em quando para deixá-los descansar. Os pesquisadores descobriram que seus ouvidos precisam em média de 16 horas de silêncio para se recuperarem de uma noite barulhenta.

Pare de usar cotonetes nos ouvidos

É comum as pessoas usarem cotonetes para limpar a cera do canal auditivo, mas isso definitivamente não é aconselhável. Um pouco de cera nos ouvidos não é apenas normal, mas também é importante. Os ouvidos são órgãos autolimpantes e a cera impede que a poeira e outras partículas prejudiciais entrem no canal. Além disso, inserir qualquer coisa dentro dos canais auditivos pode danificar órgãos sensíveis como o tímpano.

Se houver excesso de cera, limpe suavemente ao redor do canal com uma toalha úmida. Você também pode usar a solução de remoção de cera de ouvido ao longo de algumas noites. Isso amolece a cera de modo que eventualmente ela flua sozinha. A melhor solução é sempre buscar a opinião e o atendimento profissional quando possível.

Mantenha seus ouvidos secos

O excesso de umidade pode permitir que as bactérias entrem e ataquem o canal auditivo. Isso pode causar infecções no ouvido do nadador ou outros tipos de infecções de ouvido, o que pode ser perigoso para a sua capacidade auditiva. Certifique-se de secar suavemente as orelhas com uma toalha após o banho ou natação. Se sentir água no ouvido, incline a cabeça para o lado e puxe levemente o lóbulo da orelha para tirar a água. Você também pode garantir que seus ouvidos fiquem secos e saudáveis ​​usando protetores de ouvido de nadador feitos sob medida, que bloqueiam a entrada de água no canal auditivo. Eles são ótimos para adultos e crianças e fazem maravilhas na prevenção da orelha de nadador. Marque uma consulta com seu profissional de saúde auditiva local para fazer o ajuste.

Levante-se e mexa-se

Você sabia que o exercício é bom para os ouvidos? É verdade. Os exercícios cardiovasculares, como caminhar, correr ou andar de bicicleta, fazem o sangue bombear para todas as partes do corpo, incluindo as orelhas. Isso ajuda as partes internas das orelhas a se manterem saudáveis ​​e trabalhando em seu potencial máximo. Certifique-se de ficar seguro! Ao andar de bicicleta, sempre use um capacete. Se você cair e bater com a cabeça, uma concussão pode prejudicar sua audição.

Gerenciar os níveis de estresse

O estresse e a ansiedade têm sido associados ao zumbido temporário e permanente (um zumbido fantasma nos ouvidos). Altos níveis de estresse fazem com que seu corpo entre em modo de luta ou fuga, que é uma reação instintiva que enche seu corpo de adrenalina para ajudá-lo a lutar ou fugir do perigo. Esse processo exerce muita pressão sobre os nervos, o fluxo sanguíneo, o calor do corpo e muito mais. É comum pensar que essa pressão e estresse podem subir até o ouvido interno e contribuir para os sintomas de zumbido.

Faça checkups regulares

Peça ao seu médico de atenção primária para incorporar exames de audição em seus exames regulares. Como a perda auditiva se desenvolve gradualmente, também é recomendável que você faça consultas auditivas anuais com um profissional de saúde auditiva. Dessa forma, você terá mais probabilidade de reconhecer sinais de perda auditiva e agir assim que o fizer. Tomar medidas é importante porque a perda auditiva não tratada, além de prejudicar a qualidade de vida e a força dos relacionamentos, tem sido associada a outros problemas de saúde, como depressão, demência e doenças cardíacas.

Tome medicamentos apenas conforme indicado

Certos medicamentos, como antiinflamatórios não esteroidais (AINE) como aspirina, ibuprofeno e naproxeno, às vezes podem contribuir para a perda auditiva. Discuta os medicamentos com seu médico se você está preocupado com o fato de que eles afetarão sua capacidade auditiva e tome-os somente conforme as instruções.